Arquivo da tag: retomada

Cobertura de Pegada – Noites Fora do Eixo começam com o pé direito em MoC

Por Hudson Caldeira

No último sábado, 8 de agosto, tivemos a primeira Noite Fora do Eixo de Montes Claros, realizada pelo coletivo Retomada, em parceria com a Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer da cidade, Master Cabo, LA Instrumentos, Real Hotéis e com o apoio do Studio Rock, Garotas do Rock e do zine Sertões.

O evento, gratuito, aconteceu na Praça dos Jatobás, com excelente estrutura de som e luz. Ao redor da praça, barraquinhas vendiam comes e bebes – algumas delas até vendiam comida típica da região, arroz com pequi e farofa com carne de sol… bom demais!

Juntamente à discotecagem do Alan do Retomada, três bandas se apresentaram no evento: Sofia, de Montes Claros, com uma proposta entre o poprock e o hardrock; Veniversum, de Cuiabá, com um som de definição mais difícil e um grande show, com muita energia no palco; e Cães do Cerrado, banda de Pegada aqui de Belo Horizonte, tocando seu punk frenético.

Apesar dos estilos muito diferentes, a ordem das bandas funcionou. Todas as bandas foram bem recebidas pelo público, mas não extamente pelo mesmo público. As muitas pessoas que curtiram tranquilamente o show do Sofia certamente não eram as mesmas que abriram uma roda de mosh e levantaram uma densa nuvem de poeira no show dos Cães. A Veniversum, além de um grande show em si, uma boa passagem entre os dois momentos.

As fotos do evento podem ser vistas aqui.

Uma noite muito gostosa no Norte de Minas com o pessoal do coletivo Retomada. Tomara que em breve possamos ir a mais Noites Fora do Eixo em Montes Claros.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cobertura de Pegada

Grito Rock BH 2009 – 4

Virtuosismo sem chatice

Divulgação/Alan e Loris (Coletivo Retomada)

Foto: Divulgação/Alan e Loris (Coletivo Retomada)

A 4 é uma banda instrumental formada em Sabará (MG) em abril de 2008 por quatro jovens músicos que possuem influências diversas como rock alternativo, progressivo, heavy metal, música brasileira, jazz, entre outras. O resultado é um som virtuoso e técnico sem soar chato. Um som que impressiona pela habilidade sem aborrecer o ouvinte.

Apesar do pouco tempo de formação, o 4 já circulou por várias cidades do circuito mineiro de música independente, como BH, Sabará, Vespasiano, Divinópolis, Patos de Minas e Uberlândia, tocando em festivais importantes no cenário mineiro como o Escambo, em Sabará, o Minas Instrumental, em BH, o Marreco, em Patos de Minas, o BH Indie e o Arena Livre, em Vespasiano. Além disso, a banda, integrada ao coletivo Fórceps, já tocou nas principais casas de música independente de MG como Goma, em Uberlândia, A Obra e o Matriz, na capital.

Como um dos nomes que tocarão no Grito Rock BH e também integrando o evento nas cidades de Montes Claros (28/2) e Sabará (07/3), o 4 conversou com este Blog de Pegada sobre o presente e o futuro da banda:

Pegada: A banda já se apresentou em diversas casas e eventos do circuito mineiro. O que significa para vocês tocar em três Gritos Rock do estado, incluindo BH?

4: Tudo tem acontecido muito rápido para a gente e isso é muito gratificante. O fato de podermos mostrar nosso som em todas essas cidades com tão pouco tempo de banda é fantástico, e o Grito Rock veio para consagrar de, certa forma, todo esse nosso trabalho. Somos muito gratos a todos vocês não só pelo convite, mas também por toda essa empreitada indie.

Pegada: Quais são os próximos planos da banda, para depois das apresentações?

4: Quanto aos planos, pretendemos gravar o mais rápido possivel para lançarmos o disco até o fim do ano, buscando assim divulgar, cada vez mais, nosso trabalho em todo o país.

O 4 se apresenta n’A Obra no dia 19/2, na primeira noite do Grito Rock BH 2009.

1 comentário

Arquivado em Agenda, coletivopegada, Entrevistas, Seletivas

Pegada no Escambo II

A primeira pegada registrada em vídeo, a primeira vez que falamos oficialmente sobre o Pegada, depoimentos de outros coletivos mineiros e mais um pouco do que foi o festival Escambo:

3 Comentários

Arquivado em coletivopegada, O que pega

Pegada no Escambo

O blog foi lançado hoje e o coletivo apresenta oficialmente as atividades no evento duplo da sexta-feira, 10 de outubro, mas o Pegada já se movimenta “por debaixo dos panos”, estabelecendo importantes contatos.

Entre os dias 19 e 21 de setembro, aconteceu em Sabará o Escambo – festivais de tendências musicais. Realizado pelo coletivo Fórceps, as atrações do Escambo incluiram shows, festa, oficina, exibição de filmes e, principalmente, um debate/encontro com o objetivo da criação do Circuito Mineiro da Música Indepedente. No vídeo abaixo dá para entender o que aconteceu no debate e no post do Fórceps tem um resumão do que foi o festival.

Deixe um comentário

Arquivado em coletivopegada, O que pega