Arquivo da tag: Nuda

Grito Rock BH 2009!!!

poster_fundobranco

Design: Matheus Dias
Direção de arte: jjbz

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Agenda, coletivopegada, Festa, Festival, Show

Grito Rock BH 2009 – Nuda

Contra os caranguejos no balde

Divulgação

Foto: Divulgação

Uma banda que não se enquadra nos estereótipos atribuídos à cena independente do Recife, em Pernambuco. Este é o Nuda que, em poucos anos de carreira, já conseguiu feitos impressionantes. Destaque no MySpace e no Trama Virtual, apresentações pelo país, aparições em rádio e TV, participação do tributo virtual aos 40 anos do White Album dos Beatles com a versão de “Mother Nature’s Son” que estará junto com versões de outras músicas do mesmo álbum por artistas de renome nacional como Zé Ramalho, Autoramas e Lobão.

Além disso, fazem, no carnaval (juntamente com outras atrações de pegada; DJ Mi Simpatia e StereotaxiCo), uma gira pelos Gritos Rock BH, Uberlândia, Brasília, Goiânia e Cuiabá.

É rock, bossa nova, experimental, síntese de uma cultura variada e diversa como a do Brasil. Para explicar um pouco mais, conversamos com o baterista da banda, Scalia.

Pegada: Quais as possibilidades que o Grito Rock abriu para a banda?

Scalia: Várias. Entre as principais, destaca-se a circulação nacional a baixo custo no circuito Grito Rock, já que os custos de transporte/alimentação/hospedagem são rateados entre os participantes, atacando-se assim um dos principais gargalos para as bandas independentes; e a troca de informações e conhecimento, pois a banda terá possibilidades de conhecer pessoalmente produtores, músicos e outros elos da cadeia, fortalecendo a troca de know how, sua rede de contatos, e, principalmente, sua capacidade de autogestão.

Pegada: Estão pipocando coletivos em todo o país, cada um com suas peculiaridades. Queria que você falasse sobre as diferenças existentes na cena do Recife comparadas às do resto do país que você conheça, e sobre a organização do Lumo.

Scalia: De fato, a cena de Recife tem algumas particularidades interessantes. A primeira, e mais latente, é sua pluraridade única. Aqui, temos sub-cenas consolidadas de reggae a hip hop, metal a samba de mesa. Pra um coletivo que busca fomentar a música, entre outras manifestações, isso representa uma espécie de benção-desafio. Mas aí entra o vetor público. O público recifense é daqueles que não paga nem R$ 5 para curtir um show. Prefere ficar na rua bebendo cerveja. Ou seja, consolida-se aí a batalha de promover uma mudança comportamental, uma jornada de conscientização a respeito da importância dele na sustentabilidade da cadeia musical, na sobrevivência da banda que ele curte e quer ouvir. Por fim, temos a velha metáfora dos “caranguejos no balde”, que representa o espírito de desunião e desarticulação que reina entre essas inúmeras células, bandas, promotores de eventos, estúdios, produtores, etc. É cada um ao deus dará, indiferentes às possibilidades que a união organizada pode gerar.

Assim, o Lumo buscou se inserir na cena como uma alternativa a isso. Como? Mostrando os benefícios dessa articulação. Como contamos em nossa organização com designers, técnicos de som, produtores, entre outros, mostraremos através de nossas ações que é possível, sim, sobreviver de cultura, desde que estejamos abertos a nos organizarmos e a botarmos a mão na massa. Para isso, estruturamos o Lumo de forma a garantir que toda e qualquer ação de cada um seja voluntária (para que todos sempre estejam cientes que estão fazendo aquilo por livre e espontânea vontade), garantir que todo trabalho seja remunerado (através do sistema solidário de troca de créditos), e sem qualquer espécie de verticalização na hierarquia, buscando mostrar que aqui não há absolutamente nenhuma distinção entre seus membros. Eles apenas desempenham funções específicas dentro do projeto. Ninguém é mais importante que ninguém. Afinal, não existe periferia humana.

O Nuda se apresenta no Grito Rock BH, no dia 19/2, n´A Obra.

2 Comentários

Arquivado em Agenda, coletivopegada, Entrevistas, Festival

Grito Rock BH 2009

logo-final-jpg2

O coletivo Pegada gostaria de agradecer a todas as bandas que se inscreveram para participar do festival Grito Rock 2009 em Belo Horizonte. Inscreveram-se, no total, 39 bandas de Belo Horizonte e Região Metropolitana e mais 37 bandas de Minas Gerais e do Brasil.

O Grito Rock BH terá apenas um dia de festival, 19/02 no bar dançante A Obra. Por isso, o espaço e tempo ficaram pequenos para tantas bandas. Selecionamos nove bandas de BH e região metropolitana para participarem das prévias e outras duas bandas já foram confirmadas para o dia do festival.

A seleção foi feita através de uma curadoria formada por integrantes do Pegada , que escutaram todas as bandas criteriosamente e se esforçaram por selecionar a maior variedade possível do que é produzido no rock belo-horizontino. Alguns critérios não foram atendidos por algumas bandas, tais como envio do material após a data limite de inscrição, não envio da ficha de inscrição e falta de material requisitado. Sugerimos a essas bandas que tenham um pouco mais de atenção nas próximas inscrições de outros festivais. Lembrando que a cena independente quer ser auto sustentável e, por isso, deve manter uma postura profissional.

Outra informação relevante é que algumas bandas não foram selecionadas pois já haviam sido selecionadas para prévias do Grito Rock Sabará, que estão sendo realizadas em parceria com os Gritos BH, Vespasiano e Divinópolis. Dessa maneira, achamos interessante dar espaço a outras, e consequentemente mais bandas. Além disso, uma das bandas classificadas em uma das prévias do Grito Rock Sabará também terá espaço para tocar no Grito BH. Portanto, vamos fazer dessas prévias do Grito uma grande festa com ótimos shows!

A primeira prévia do Grito BH será dia 21/01 n’A Obra, a partir das 21h, com as bandas D’Front, Grupo Porco de Grindcore Interpretativo, Pelos de Cachorro, Rocknova e Utopia.

A segunda prévia será realizada dia 28/01, também n’A Obra, às 21h, com as bandas de Pegada Aldan, Cães do Cerrado, Manolos Funk e Stereotaxico.

A programação no dia 19/2 será a seguinte:
Nuda
4
+ banda da prévia 21/01
+ banda da prévia 28/01
+ banda da prévia Fórceps (10, 17 ou 23/01)

As prévias para o Grito Rock Sabará acontecem dias 10, 17 e 23 de janeiro no Matriz.

Deixe um comentário

Arquivado em Agenda, Cobertura de Pegada, coletivopegada, Eventos de Pegada, Festival