Arquivo do autor:coletivopegada

INSCRIÇÕES ENCERRADAS – Oficina de Pegada

As inscrições para a Oficina de Pegada com Buginha Dub estão ENCERRADAS!

As 8 vagas já foram preenchidas.

Vai ser sucesso! Fiquem ligados para as próximas oportunidades!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cursos e seminários

As Horas em Montes Claros, 4/4

festival_catrumano_02

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As Horas, banda colaboradora de Pegada, vai se apresentar em Montes Claros no próximo sábado, ao lado da banda Sofia, pelo Circuito Catrumano de Música Independente.

O evento é uma parceria entre o BH Indie Music e o Instituto Geraes, que estão promovendo um intercâmbio de bandas entre as duas cidades. Os próximos grupos belo-horizontinos que participarão do projeto são The Hell’s Kitchen Project (dia 9/5) e Ram (dia 11/7).

Deixe um comentário

Arquivado em Pegada na Estrada, Show

Pré-Seletivas do Projeto Matriz, 2/4

preseletivaprojmatriz020409

Vale ressaltar que o Pegada também estará representado nessa seletiva, com a presença de Mariana Barbosa (Volare) e Davi Brêtas (Aldan) como jurados!

Deixe um comentário

Arquivado em coletivopegada

Inscrições abertas para o Festival de Vídeo Tela Digital

tela-digital

A TV Brasil, em parceria com a Associação Cultural Kinoforum, está inaugurando o Festival Tela Digital, que selecionará vídeos enviados pela internet para exibição no canal. Para participar, basta enviar peças inéditas de 3 a 8 minutos de duração, gravadas com qualquer tipo de equipamento, até o dia 31/5. O programa é para todos os públicos e a classificação indicativa dos vídeos deve ser livre, sem material de caráter pornográfico, institucional, promocional ou publicitário, não promovendo também formas de preconceito ou a violação da privacidade de outras pessoas.

Serão distribuídos R$ 500 para cada trabalho que for ao ar e R$ 60 mil em prêmios para os melhores vídeos, de acordo com a curadoria. A premiação será anunciada no programa de encerramento da série, no dia 1/8.

Para mais informações, acesse o site: www.teladigital.org.br

1 comentário

Arquivado em Agenda, Concurso, Festival

Outro Olhar exibe vídeos de colaboradores na TV Brasil

O telejornal Repórter Brasil inaugurou recentemente o quadro Outro Olhar, um novo espaço para conteúdo informativo enviado pelo público. O quadro visa promover uma nova visão sobre as questões da sociedade, exibindo histórias que mostram a realidade da população a partir do seu ponto de vista.

Para participar, basta enviar vídeos de até 5 minutos, com as devidas identificações, pela Internet (via FTP), em formato digital, ou por correio, nos formatos Mini DV, DVCAM, BetaCAM ou DVD (gravado em dados). O endereço para encaminhamento é o seguinte:

OUTRO OLHAR/TV Brasil
EBC – Empresa Brasil de Comunicações
SCRN 702/03 – Bloco B – nºs 16 e 18 – Ed. RADIOBRÁS
Brasília – DF
CEP 70.720-620

É necessário anexar duas vias de um Termo de Cessão de Direitos Autorais, disponível no site www.tvbrasil.org.br/reporterbrasil, com a assinatura do responsável pela realização do vídeo. O tempo máximo de exibição no ar é de 3 minutos.

Mais informações pelo email outroolhar@tvbrasil.org.br.

Vale lembrar que um dos representantes de Pegada, o videomaker Adriano Singolani, já participou do quadro com essa matéria.

Deixe um comentário

Arquivado em O que pega, Pegadores

Prévias Grito 2009 – Utopia!

O indie do pop.

utopiah

Foto: Tomás Arthuzzi e Vicente Monteiro

A Utopia! originou-se em 2004, quando três amigos decidiram se unir para tocar músicas de bandas como The Strokes e Los Hermanos, que inicialmente serviram de influência musical. A banda sempre seguiu com os três integrantes iniciais, passando apenas por alterações de baixistas. Com sua formação definida desde meados de 2007, a Utopia! continua seu trabalho e deu início ao novo projeto, baseado em músicas próprias.

Para saber mais sobre o grupo, este Blog de Pegada conversou com o vocalista e guitarrista Cido:

Pegada: Como surgem as músicas da banda?

Cido: Bom, até hoje a gente não teve nenhum jeito certo de compor, algumas vezes eu componho a letra e a música, ou senão, eu e o guitarrista compomos a letra e a música, ou todos da banda fazem a música juntos. Depende muito do momento, e do feeling.

Pegada: Nos shows da Utopia!, também figuram releituras de Franz Ferdinand e Britney Spears. Como as influências desses artistas de estilos tão diferentes contribuem pra identidade do grupo?

Cido: A idéia de fazer a releitura da Britney Spears veio meio que sem querer, foi quase que uma brincadeira, só que quando a gente fez as pessoas gostaram tanto que a gente continuou a tocar. Mas de qualquer forma, qualquer tipo de influência a gente tenta moldar para o objetivo da banda, o Franz Ferdinand sempre foi uma grande influência nossa e, apesar da Britney Spears não ser uma influência tão grande, a releitura da música dela só acrescentou para o processo produtivo da banda.

Utopia! se apresenta nA Obra, no dia 21 de janeiro, concorrendo a uma vaga no Grito Rock BH 2009.

1 comentário

Arquivado em coletivopegada, Entrevistas, Seletivas, Show

Cobertura de Pegada – 2ª prévia Grito Rock Sabará

A segunda prévia do Grito Rock Sabará, na tarde do último sábado, 10/1, no Matriz, foi marcada pela variedade de estilos. Abrigando sete bandas de propostas que variavam desde o powerpop até o experimental, a programação do evento agradou ao público. Os presentes também puderam conferir e comprar os melhores suvenires da cena independente de Belo Horizonte, ofertados pelo estande do Pegada.

A primeira apresentação foi a da banda Alethárgika, de Betim. Ainda com pouco público, o show do quarteto, liderado pela vocalista e baixista Gabriela Seemly, empolgou os presentes, com seu punk-riot-grrrl de forte carga pop e humor adolescente – notado por músicas de títulos como “Corra antes que as ovelhas fujam”, “Bunda suja” e “Sem noção”.

Em seguida, subiu ao palco o Festenkois, que realizou uma performance competente, apresentando ao público o seu denso rock alternativo de letras em inglês, influenciado fortemente pelo grunge, com umas pitadas de heavy metal tradicional. O terceiro grupo foi o Cajaba, de Santa Luzia, que propôs uma mescla de rap-metal com os típicos vocais berrados do grindcore. A apresentação teve momentos interessantes, mas declinou quando surtos de new-metal ortodoxo emergiam da massa sonora.

As apresentações continuaram com a banda instrumental FadaRobocopTubarão, e seu anti-rock, como definido por eles próprios, que tem dois integrantes do Grupo Porco de Grindcore Interpretativo, Thiago “Porquinho” e Batista, na formação. Um bom adjetivo para a performance seria “despretensioso”: o rápido set experimental foi tocado como se o trio estivesse em um ensaio, interrompido apenas por breves gracejos de Porquinho ao microfone.

Em contraste, a quinta banda a se apresentar foi o In Verso, que brindou o público com seu powerpop grudento, aproximando os casais incipientes e lembrando os colegas mineiros de Monno e Impar, banda da qual o vocalista utilizava uma camiseta. O grupo seguinte foi o Charge, que entusiasmou o público com sua apresentação vigorosa, marcada pelo indie rock noventista.

A segunda prévia foi fechada pela banda Isso, que recebeu uma das maiores ovações do evento. O show apresentou uma estética sonora experimental, marcada por influências no-wave, e uma instigante performance de palco, marcada pelo contraste de um vocalista/guitarrista estático e um baterista virulento, que chegava a abandonar as baquetas e socar seu instrumento. Metade do set foi apresentada como um duo e metade como trio, com a adição de um baixista – fator que não tornou as canções do grupo menos incomuns.

Ouça a avaliação que Léo Santiago, do Instituto Fórceps, faz do Grito Rock:

Drops de Pegada #9:

http://dc120.4shared.com/download/80337145/cb38f2bb/11__-Grito_Rock_-_matriz_11-01.mp3?tsid=20090112-192304-7a6d2513

Com reportagem de David Dines
Edição: Eduardo Curi

4 Comentários

Arquivado em Cobertura de Pegada, coletivopegada, Entrevistas, Festival, Seletivas, Show