Fora do Eixo Minas discute agenda de reuniões

Por Lucas Mortimer

Além de grandes shows em praça pública, com um bom público circulando e curtindo música e cultura independente, o Festival Escambo, realizado pelo Coletivo Fórceps em Sabará, no último fim de semana de julho, contou com uma extensa programação de oficinas e debates.

O Fora do Eixo Minas (FEM) esteve presente em massa e pode trocar experiências presencialmente, além de participar ativamente das atividades realizadas durante o Festival. Pra quem não sabe, o FEM é uma das regionais do Circuito Fora do Eixo (CFE) que agrupa nove coletivos do Estado, tornando MG o estado com o maior número de coletivos dentro do circuito.

No dia 24/7 pela manhã tivemos uma reunião do FEM juntamente com a representante da Superintendência de Interiorização da Secretaria de Estado de Cultura e com representantes da Secretaria de Cultura de Sabará, incluindo o próprio secretário municipal. Após breve apresentação dos coletivos e do CFE, a representante da secretaria estadual Marizinha Nogueira, apresentou todas as políticas públicas e programas realizados pelo governo estadual, por meio da SEC.

Dentre os vários programas, dos quais a maioria já era familiar, um que se destacou foi a Rede de Articuladores de Cultura, que atualmente possui 144 articuladores em 74 municípios. Essa rede tem um intuito similar ao do CFE, de promover a troca de experiências, informações e tecnologia entre os agentes multiplicadores e fazer com que a interlocução seja constante. Os coletivos se prontificaram a participar da rede e com isso tentar fomentar novos coletivos em cidades mineiras.

Foi destacada ao final da reunião a importância dos coletivos na formação de agentes culturais e no fomento a experimentação e produção cultural independente. Além disso, a necessidade do mapeamento da cultura no interior nos coloca como ponta de lança nessa articulação, considerando que já estamos colocando em prática essa ação.

No sábado, após o término dos shows no Festival Escambo, aconteceu uma breve reunião com os membros do FEM para dar encaminhamentos que estavam sendo discutidos em paralelo ao longo do festival:

Agenda de encontros presenciais

Criação de uma agenda de encontros presenciais até o final do ano, com objetivos bem definidos, para organizarmos nossos trabalhos e avançarmos. Os encontros ocorreriam nas seguintes cidades: Uberlândia (Festival Jambolada – 9 a 13/9), Belo Horizonte (Aniversário do Pegada – 8 a 10/10) e Montes Claros (Festival Pequi – novembro)

Objetivos e foco de cada encontro

Em cada um destes encontros discutiríamos temas específicos a fim de finalizar, ainda em 2009, todo o nosso planejamento de ações para 2010. Os objetivos principais de cada encontro seriam:

Festival Jambolada: realização do Congresso Fora do Eixo Minas, preparatório do Congresso Nacional do CFE, e que tem como principal objetivo avançar na definição de um organograma para a regional pautado na inserção cada vez maior de todos os coletivos nas atividades da regional. Além disso, podemos avançar na definição dos projetos que serão apresentados aos possíveis parceiros institucionais, durante a agenda de reuniões que será feita no Aniversário do Pegada.

Aniversário do Pegada: realização de uma série de reuniões institucionais para a apresentação do organograma do FEM e dos projetos que serão desenvolvidos para o ano de 2010, buscando fechar apoios e parcerias para o fomento destes projetos. Trabalharemos também na discussão do estatuto geral do FEM, e na definição do modelo de diretoria e de seus membros, para a entrada da documentação para o registro da entidade estadual.

Festival Pequi: definição geral do planejamento de atividades do Fora do Eixo Minas que resultará na apresentação do Calendário 2010 do Fórum do Eixo Minas e da associação estadual.

Sobre essa agenda, Talles Lopes do Coletivo Goma de Uberlândia comenta: “Sem dúvida é uma agenda muito significativa, com objetivos consistentes e desafiadores, e que pode parecer ousada, mas me parece muito coerente com as nossas possibilidades e contexto. Vamos todos nos preparar para isto, pois acredito que se a gente cumprir todas estas etapas com solidez e compromisso, entraremos em 2010 com uma musculatura e organização que será referência para todas as redes regionais, e também para as demais associações de nosso estado.”

Deixe um comentário

Arquivado em Fora do Eixo Minas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s