Áudio de Pegada – Cuidados com a acústica

Por Eduardo Curi

Muito bem, você acabou de completar seu tão sonhado Home Studio e agora quer começar a registrar suas produções. Então, você começa o processo desde o início, primeiro compõe a música, sequencia uma bateria, grava o baixo, duas guitarras para a base, outra para o solo e chama aquele vocalista amigo seu pra completar com o vocal.

Você edita, mixa, masteriza, dá uma ouvida e está tudo beleza; aquele grave profundo na cozinha, a voz brilhante na frente e um reverb bacana no solo de guitarra. Empolgado, você exporta a sua música e corre para mostrar para os seus amigos. Entra no carro, coloca a faixa pra tocar e o grave está fraco, a voz está sem brilho algum, você reconhece o som do seu quarto no vocal e o reverb na guitarra embola todo o resto. Parece familiar? Quer corrigir esses problemas? Faça o seguinte:

– A estante onde estão seus monitores é grudada na parede? Dê um jeito e desgrude-a de lá, a vibração gerada pelas caixas acentua os graves e dá a sensação de que eles existem, quando na verdade não existem;

– Seus monitores estão diretamente sobre a mesa? Dê um jeito de colocá-los em algum suporte, isolando-os do contato direto da mesa, evitando vibrações. Você pode usar neoprene para atenuar isso e cortar mais graves inexistentes

– Outra forma de atenuar graves fantasmas é afastar os monitores da parede. Alguns vêm com um “compensador de proximidade”, um filtro passa-altas que você regula de acordo com a distância que as caixas estão da parede

– Como é a sala que você usa para gravar? Ela possui móveis, como a sua cama, uma estante pregada na parede, armários? Irregularidades no relevo do quarto são boas para cortar reverberações, embora possam acentuar determinadas freqüências

– Quando você grava um vocal nessa sala, por exemplo, você simplesmente coloca o tripé no meio dela e aperta o rec? Experimente abrir o seu armário, e pendurar um cobertor atrás do vocalista. Outra dica útil é colocar almofadas nas quinas das paredes. Ângulos de 90º e paredes paralelas reforçam freqüências graves (agora você entendeu porque nenhuma sala de estúdio é quadrada)

– Use um analisador de espectro para ver como está a curva de frequência da sua produção. Tire um print screen dela e a salve em algum lugar. Agora, coloque um microfone na altura dos seus ouvidos, dê play e grave o som em um canal separado no seu projeto. Coloque um analisador de espectro nesse canal e compare as curvas. A primeira curva é como a mix está, a segunda é como você a ouve.

– E finalmente, antes de você mostrar suas gravações para os seus amigos, escute-as em vários lugares diferentes e anote os problemas para corrigi-los.

Cada cuidado desse, isoladamente, não faz tanta diferença. Mas ao somarmos todos eles, a diferença no seu som será enorme.

2 Comentários

Arquivado em Áudio de Pegada

2 Respostas para “Áudio de Pegada – Cuidados com a acústica

  1. e não há nada melhor que o teste do carro (:
    queime o cd e vá dar uma volta .

  2. Dicas excelentes, Edu!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s